Aeroporto Internacional Hercílio LuzEm recente reunião com a presidente Dilma Roussef, o prefeito de Florianópolis, acompanhado do Governador do Estado de Santa Catarina, Raimundo Colombo, conversaram com a imprensa e fizeram declarações duras a cerca do Aeroporto Internacional Hercílio Luz. Os dois representantes esclareceram que o terminal necessita ser concedido à iniciativa privada.

De acordo com os dois, o Aeroporto de Florianópolis representa um forte fator de gastos para o Estado e município, além de não ter infraestrutura suficiente para alavancar o turismo da região.

Durante a reunião com a presidente, os dois sugeriram que o Aeroporto Internacional Hercílio Luz seja entregue à iniciativa privada para que sejam dedicados esforços e investimentos para as obras de revitalização do Aeroporto de Correia Pinto e o Aeroporto de Jaguarunam, no sul doestado.

Por outro lado, o ministro da Secretaria de Aviação Civil, Eliseu Padilha garante que a privatização do Aeroporto Internacional Hercílio Luz deve ficar para um segundo momento, já que o terminal não consta em nenhuma lista de privatizações próximas.

O governador Raimundo Colombo, ainda explicou para a imprensa que as obras do Aeroporto de Florianópolis estão muito atrasadas. Colombo declarou que o terminal de passageiros teve suas obras diversas vezes interrompidas. Tais atrasos se tronaram inviáveis para a saúde financeira do setor turístico do estado.

Raimundo Colombo garante que durante os últimos anos foi necessário abri mão de cerca de 300 voos charter, tudo porque o aeroporto não possui pista adequada e tampouco pátio de estacionamento. Entregar o aeroporto para o setor privado é quase uma urgência – conclui.

Obras Interrompidas e projeções otimistas

De acordo com a Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero), o Aeroporto Internacional Hercílio Luz deverá ser três vezes maior do que atual. Além do aumento de espaço físico o aeroporto terá capacidade ampliada. Atualmente o terminal consegue receber oito aeronaves, com as obras finalizadas serão vinte.

Bem verdade que as obras do aeroporto catarinense estão muito atrasadas. A Infraero suspendeu algumas vezes o processo de revitalização devido a problemas no planejamento. Problemas contratuais com algumas das empreiteiras também fizeram com a Infraero recuasse nos trâmites. No momento, o aeroporto segue em reformas e, segundo a empresa estatal até o final de 2015 será possível entregar o novo terminal para os usuários.

Outro comprometimento foi uma resolução rápida para a questão contratual junto a uma das empreiteiras responsáveis pelas obras no terminal de passageiros. Caso a empresa não apresente uma saída para os atrasos, a Infraero vai abrir um processo de rompimento do contrato. O problema a demora no processo, que pode atrasar ainda mais a retomada do trabalho. Neste caso, a alternativa seria chamar a segunda colocada na licitação.

“Se for caminhar para rescindir o contrato nos próximos dias, que eu espero que ainda temos chance de não fazer, eu espero que em torno de 70 dias a gente retome a obra”, afirmou o presidente da Infraero, Gustavo do Vale. No caso do terminal de passageiros, apenas 7% dos trabalhos foram concluídos. As obras começaram em 2012 e tinham prazo de 27 meses.

Aeroporto Internacional Hercílio LuzMais resoluções

A Infraero também aceitou a sugestão de formar uma comissão de acompanhamento dos trabalhos, formada por representantes das entidades empresariais, do poder público municipal da capital e da própria Infraero. O presidente da Associação Comercial e Industrial de Florianópolis (Acif), Sander de Mira, avaliou a reunião como “difícil, mas positiva”.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Spam protection by WP Captcha-Free